Morro de São Paulo

quarta-feira, 20 de setembro de 2006

Essa ilha do Atlântico, com ruelas de areia estreitas e ladeiras íngremes, atrai gente do mundo todo, seja pelas águas calmas de suas praias seja pela sua vila rústica, que transmite paz e sossego.

Fundada em 1535, tem na sua entrada um monumento de mais de trezentos anos, o Portaló. Este pórtico faz parte do Forte de Morro de São Paulo, construído para conter as invasões holandesas, no século XVII. A vila teve importância estratégica, principalmente nos primeiros séculos da colonização. Outro fato histórico importante: foi em frente à ilha que submarinos alemães torpedearam navios mercantes brasileiros, fazendo o Brasil entrar na Segunda Guerra Mundial.

Saindo do pequeno cais, onde chegam os barcos repletos de turistas, é preciso subir uma ladeira. Várias crianças oferecem-se para levar a bagagem em carrinhos de mãos. Negocie o preço para não ser lesado.

Depois da ladeira, está a Igreja Nossa Senhora da Luz e a pracinha central – Praça Aureliano Lima, onde à noite há uma ótima feira de artesanato.

Além da Igreja e do Forte, Morro de São Paulo também mostra sua importância histórica pela Fonte Grande – o mais avançado sistema de tratamento de água do Brasil colonial; o Farol – guia os navegadores desde 1855; e o Casarão, construído em 1608 e que abrigou D. Pedro II e a Marquesa de Santos.

É impossível se perder em Morro de São Paulo, pois só tem uma rua. Basta seguir o fluxo: descendo o caminho leva às praias. Até existem carros na ilha. O único veículo motorizado que anda nas ruelas, e mesmo assim só de manhã cedo, é um trator que recolhe o lixo.

Na vila, estão a maioria dos restaurantes, cafeterias, sorveterias, mercados, farmácias, lojinhas, pousadas e hotéis. Porém, nas praias, também encontram-se várias opções de hospedagem.

Em suas praias de águas calmas e transparentes, é comum ver muita gente mergulhando, navegando de caiaque ou passeando de banana boat.


Como chegar

Saindo de Salvador, há taxi-aéreo a partir do Aeroporto Internacional, que leva somente 20 minutos. Do Mercado Modelo, perto do Pelourinho, saem os catamarãs, que levam cerca de duas horas até Morro de São Paulo. Para quem está de carro, uma outra opção é ir até Valença, e de lá ir de lancha até a ilha, que demora cerca de 40 minutos. É, sem dúvida, a forma mais barata de chegar. De Valença para Morro, partem barcos de hora em hora, e o valor da viagem sai entre R$ 6 e R$ 14, variando conforme a embarcação e o dia da semana.

O mais comum é partir do Terminal Marítimo, que fica em frente ao Mercado Modelo, em Salvador. Catamarãs e lanchas fazem o trajeto Salvador/Morro de São Paulo. A passagem custa, em média, R$ 75. As empresas são: Catamarãs Biotur, Catamarã Farol do Morro e IlhaBela TM. Dependendo da velocidade da embarcação, a viagem pode durar de 2 a 4 horas.

Agências locais oferecem opções de traslado para quem não quer voar ou fazer todo o trajeto via mar: Salvador (Terminal Mercado Modelo ou São Joaquim)/Itaparica (Terminal Bom Despacho), via mar em embarcações particulares ou ferry-boat (50 a 60 min); Itaparica/Valença (Terminal Valença ou Bom Jardim/Atracadouro, mais próximo a Morro), por estrada em veículos pequenos, vans ou ônibus (1h30); e Valença/ Morro de São Paulo, barcos ou lanchas (10 a 40 minutos, dependendo do Terminal de Valença).

Read more...
Ocorreu um erro neste gadget

Visitantes (últimos 7 dias)

Visite Blog RotaCinema

  • Gatos (Kedi) - *País*: EUA/Turquia *Ano*: 2016 *Gênero*: Documentário *Duração*: 79 min *Direção*: Ceyda Torun *Elenco*: - *Sinopse*: centenas de milhares de gatos vagam...
    Há 5 dias

Postagens populares

Tags

Melhor praia do Brasil, melhor lugar do Brasil, dicas de morro de são paulo, dicas de viagem, blog simone, viagem barata, viagem independente, hotel barato, Simone Rodrigues Soares.

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP